Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

No comando: Programação Automática

Das 00:00 as 05:59

No comando: Manhã Rural

Das 05:00 as 06:59

show
No comando: Show da manhã

Das 06:00 as 09:59

padre-reginaldo-manzotti-1
No comando: Experiência de Deus

Das 10:00 as 11:00

sintonia
No comando: Sintonia Positiva

Das 11:00 as 12:59

16a
No comando: Sucesso Integral

Das 13:00 as 15:59

sertanejo
No comando: Sertanejo bom demais

Das 16:00 as 18:59

No comando: Programação Automática

Das 20:00 as 22:59

No comando: Flashback

Das 23:00 as 23:59

Setor do comércio enfrenta dificuldades para manter empregos em Uberaba e Uberlândia

Compartilhe:
10813786_932728406757272_1170961811_o1

Historicamente, os meses de dezembro e janeiro são opostos no que diz respeito à criação de empregos para o segmento do comércio. Enquanto em dezembro, devido às festividades de fim de ano, o setor tende a contratar mais; em janeiro essa realidade se inverte e a classe tende a registrar maior número de demissões.

Nas duas maiores cidades do Triângulo Mineiro, o comércio apresentou realidades distintas uma da outra em relação aos números divulgados por meio do levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Enquanto Uberlândia fechou dezembro de 2018 e janeiro de 2019 com saldos negativos, Uberaba encerrou com saldo positivo em dezembro e negativo em janeiro.

Conforme os dados apresentados pelo Caged, Uberlândia demitiu mais do que contratou em dezembro de 2018. Foram abertas 1.778 vagas e fechadas outras 1.975, resultando num saldo negativo de (-197) para o setor. Janeiro apresentou leve melhora, mas a conta fechou novamente negativa. Foram 2.051 admissões contra 2.138 demissões. Saldo negativo de (-87).


Fonte: G1 Triângulo Mineiro

Deixe seu comentário: