Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

No comando: Programação Automática

Das 00:00 as 05:59

No comando: Manhã Rural

Das 05:00 as 06:59

show
No comando: Show da manhã

Das 06:00 as 09:59

padre-reginaldo-manzotti-1
No comando: Experiência de Deus

Das 10:00 as 11:00

sintonia
No comando: Sintonia Positiva

Das 11:00 as 12:59

16a
No comando: Sucesso Integral

Das 13:00 as 15:59

sertanejo
No comando: Sertanejo bom demais

Das 16:00 as 18:59

No comando: Programação Automática

Das 20:00 as 22:59

No comando: Flashback

Das 23:00 as 23:59

Família denuncia vizinho por estupro de criança de quatro anos em Uberlândia

Compartilhe:

Um homem de 58 anos foi preso sob a suspeita de estupro de vulnerável depois que a família da vítima, de quatro anos de idade, o denunciou na noite desta terça-feira (8) em Uberlândia. A ocorrência foi registrada no Bairro Granada e os envolvidos são vizinhos.

Segundo as informações da Polícia Militar (PM), a família mora em uma colônia de casas e sentiu falta da menina. Eles então começaram a procurá-la nas residências vizinhas e foram até a casa do suspeito.

Os familiares disseram que a criança estava no quarto, sentada no chão, enquanto o suspeito estava deitado na cama sem camisa. A família suspeitou da situação e acionou a polícia imediatamente.

Acompanhada da mãe, a menina contou para uma policial que estava no corredor da colônia quando o “tio” a chamou para entrar na casa dele. No imóvel, a criança contou que o homem tirou a roupa dela alegando que ela tomaria banho e que depois pediu para ver as partes íntimas dela. Nesse momento, o vizinho tentou introduzir o órgão genital.

A vítima ainda chegou a ser questionada se sentia dores e indicou com as mãos a região íntima. O suspeito negou qualquer abuso e disse que estava na cama apenas ouvindo músicas, que nem tinha notado a presença da menina no quarto.

Ele recebeu voz de prisão em flagrante e foi levado para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil para ser ouvido ainda nesta quarta-feira (9). A criança foi encaminhada para a UAI do Bairro Pampulha e depois para o Hospital de Clínicas da UFU para passar por exames.

O G1 procurou o Conselho Tutelar para saber mais informações sobre o caso e aguarda retorno.


Fonte: G1 Triângulo Mineiro

Deixe seu comentário: